spot_img
segunda-feira, junho 27, 2022
MAIS

    ULTIMAS NOTICIAS

    Vereadores cobram atualização na lei que institui a Tarifa Social do Samae

    Na Câmara Municipal de Jaraguá do Sul, o vereador Anderson Kassner (PP) relatou que foi procurado por uma moradora da cidade que lhe pediu para ter sua residência incluída na Tarifa Social do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Samae). Essa tarifa é um desconto que é dado às famílias de baixa renda nas contas de água e esgoto da autarquia.

    Atualmente, a Tarifa Social é aplicada em casas que consomem até 10 m3 de água por mês, que tenham no máximo 70 m2 de área construída, com renda familiar de até dois salários mínimos mensais e que não possuam veículo e nem linha telefônica fixa. Também é concedida a maiores de 65 anos. Porém, segundo Kassner, muitas famílias que precisam do benefício ainda não foram contempladas, assim como a moradora que o procurou.

    “Esses valores para muita gente não são de relevância, mas pra quem ganha pouco ajuda e bastante”, explicou.

    Kassner salienta que buscou a ajuda do líder de governo no Legislativo, o vereador Luís Fernando Almeida (MDB), para que pudesse interceder na situação e atender a esses munícipes. Almeida lembrou, também durante a sessão, que fez uma indicação que pediu a adequação na lei n° 3.836/2005 a fim de incluir os condomínios de baixa renda na tarifa social do Samae. Todavia, segundo o vereador, o antigo presidente da autarquia não atendeu ao pedido.

    Por conta disso, Almeida afirma que vai se reunir com o novo gestor da instituição, Gustavo Roweder, para pedir que a demanda seja atendida. O parlamentar ressalta que, mesmo que a resposta seja negativa, pelo menos seja dada uma justificativa plausível para a não inclusão dessas famílias na Tarifa Social. “Vou falar com o presidente e buscar esse retorno. Se for para ter um retorno não positivo, que se tenham a justificativa do porquê”, frisou.

    Latest Posts

    Não Perca

    × Como posso te ajudar?