spot_img
segunda-feira, junho 27, 2022
MAIS

    ULTIMAS NOTICIAS

    Vacinação covid: um dos maiores desafios em imunização

    Após 15 meses e mais de 320 mil doses aplicadas, a vacinação covid em Jaraguá do Sul foi transferida da Central, no Parque de Eventos, para os postos de saúde e os profissionais retornaram para os atendimentos presenciais.

    A vacinação contra a covid-19 chegou no início de 2021 como um alento, um sinal de esperança em meio a um cenário assustador com pessoas infectadas, hospitais lotados e muitas mortes. Em Jaraguá do Sul a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, montou rapidamente uma estrutura adequada para atender a população. O local escolhido foi o Parque Municipal de Eventos. E foi lá que por 15 meses ficou a Central de Vacinação Covid-19.

    Neste tempo, dezenas de profissionais da saúde, entre técnicos, enfermeiros, agentes comunitários e zeladorias se revezaram em turnos de 12 horas ou mais. A supervisora de Imunização da Secretaria de Saúde, Ana Cristina Kneipp, comenta que foi um dos maiores desafios que já tivemos em imunização. “Elaborar um processo de ação de forma rápida e eficaz diante de uma pandemia que, até então, nunca pensávamos em passar, com certeza, foi nosso maior desafio em imunização. Aplicação de uma logística diária de vacinação, recebimento de imunobiológicos constantes e cuidados específicos que essa área exige, organização da estrutura local, horários de atendimento que pudesse atender um grande volume de pessoas diariamente, capacitação constante da equipe técnica, todas estas questões foram nossa rotina diária ao longo desses 15 meses de vacinação, além de muito estudo em relação ao assunto, mas tudo isso foi possível devido ao engajamento e união de todos os profissionais envolvidos em querer fazer o melhor para população e amenizar o mais rápido possível a situação a qual todos nós estávamos enfrentando”, pontua. Neste contexto, fica evidente que a pandemia mudou a rotina e a vida dos profissionais da linha de frente.

    Mais de 140 mil pessoas passaram pela Central de Vacinação e 325.507 doses de vacinas foram aplicadas até agora. Nos dias de pico foram mais de 2 mil imunizações em um único dia. E a rotina dos vacinadores, muitas vezes, não se resumiu apenas a aplicar a vacina e chamar o próximo da fila. Houve momentos em que eles tiveram que parar para ouvir relatos, desabafos e dar o apoio que pessoa precisava naquele momento. “Esse tempo que passei na vacinação covid foi uma das melhores fases do meu trabalho na saúde. Poder ver que conforme avançava a vacinação, diminuía os casos da doença foi constatar que aquilo que eu acredito realmente traz resultado. Estou muito feliz por ter feito parte desse trabalho árduo, mas compensador. Eu acredito no trabalho de prevenção a doenças, então, a vacina é, pra mim, uma das melhores formas de se fazer isso”, afirma a técnica de enfermagem, vacinadora Neiva Fracasso.

    Todos os profissionais que atuaram na Central são capacitados para exercer este trabalho, vieram da rede, das salas de vacinas, reforça Ana Cristina Kneipp. “São pessoas que estão há anos trabalhando com imunização, sabem dos protocolos, das técnicas e controles que devem ser observados”. Além dos vacinadores, um grande suporte também foi dado pelos agentes comunitários que atenderam nos guichês e porta de entrada. São eles que receberam as pessoas, conferiram os documentos e encaminharam para a vacinação. Tudo de forma rápida e eficiente. Para manter o pavilhão limpo e organizado, os trabalhos ficaram por conta da zeladoria.

    Com o avanço da vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde, definiu recentemente desativar a Central de Imunização e transferir para quatro postos distritais a vacinação covid. Desta forma, os profissionais que atuavam no Parque Municipal de Eventos, voltaram para os atendimentos presenciais nas unidades. O secretário de Saúde, Alceu Gilmar Moretti, também ressalta o excelente trabalho desempenhado pelos profissionais na Central de Vacinação. “Gratidão, é a palavra que define nosso sentimento. Os profissionais foram guerreiros, estiveram na linha de frente contra à covid, desempenharam um papel fundamental na saúde pública de Jaraguá do Sul”. “Foi uma honra fazer parte de uma campanha tão grandiosa. Uma árdua missão, com momentos de exaustão mas também de muita satisfação. Não há sensação melhor de ver que foi feito a diferença na vida de muitos munícipes. Me sinto imensamente honrada e feliz, por ter a oportunidade de fazer parte desta equipe tão empenhada. Realizada por termos atingido o objetivo que nos foi proposto”, finaliza a auxiliar de Enfermagem de Nereu Ramos, Cláudia Parecida Gomes Limberger.

    Latest Posts

    Não Perca

    × Como posso te ajudar?