spot_img
segunda-feira, junho 27, 2022
MAIS

    ULTIMAS NOTICIAS

    Início do Inverno (Solstício de Inverno)

    O Inverno tem inicia hoje. A estação mais fria chegou às 06h14 e terminará em 22 de setembro de 2022, com o equinócio da primavera. No Hemisfério Sul, onde está localizado o Brasil, o inverno caracteriza-se pelas temperaturas baixas, dias mais curtos e noites mais longas. As regiões Sudeste e Sul do país são as mais marcadas pelas características típicas do inverno, sendo que no restante do Brasil as temperaturas são mais equilibradas, com pouca variação térmica.

    Solstício de Inverno: início do inverno astronômico – O começo do inverno é marcado pelo evento astronômico, baseado na órbita da Terra em relação ao Sol, conhecido por solstício de inverno, ou seja, o período em que o Hemisfério Norte está mais inclinado para o Sol.

    Enquanto no Hemisfério Sul ocorre o solstício de inverno, tem-se o evento chamado de solstício de verão no Hemisfério Norte, marcando o começo da estação mais quente do ano nos países que ficam acima da linha do Equador. Vale lembrar que se estivermos falando da estação meteorológica, período estabelecido para coincidir com o calendário que utilizamos, há a divisão em quatro períodos – primavera, verão, outono e inverno – de três meses.

      O inverno rigoroso – Considerando a intensidade, o meteorologista Celso Oliveira avalia que sim e que passagem das massas de frio será frequente, mas nem todas serão tão abrangentes como a da segunda quinzena de maio. “Na intensidade, acho que sim. Mas não obrigatoriamente vai fazer frio o tempo todo.  O frio poderá ser pior no Sul e partes do Sudeste e Centro-Oeste, especialmente em Mato Grosso do Sul. Mas Celso alerta que, até o fim de julho, é possível que o Brasil experimente novamente uma onda de frio parecida com a que gelou o país no começo da segunda quinzena de maio.

    La Niña e o frio do inverno de 2022 – O fenômeno La Niña vem perdendo força, mas a porção central e leste do Pacífico Equatorial segue fria, com temperatura abaixo da média. Como isto influencia o frio do inverno de 2022? O que muda na intensidade e trajetória das próximas massas polares? O meteorologista Celso Oliveira explica que, embora os estudos científicos não sejam conclusivos sobre a ideia de que o La Niña deixe os invernos mais frios, nota-se que a presença do fenômeno aumenta a frequência de massas polares. Mas não é o La Nina que define se essas massas polares terão grande penetração pelo interior do país.

    Ondas de frio para o inverno de 2022 –  O inverno de 2022 terá frio frequente, mas só 2 ou 3 massas polares vão efetivamente gerar situações de onda de frio no país. A tendência de neutralidade no centro e leste do Pacifico Equatorial, mas com características frias, vai facilitar a passagem de outras massas de ar frio sobre o Brasil ao longo do inverno. Segundo Celso Oliveira, serão diversas massas de ar frio, mas até agora, somente duas parecem ter potencial para efetivamente espalhar o frio intenso pelo país: uma na segunda quinzena de junho e outra em julho. Outra moderada a forte é esperada para agosto.

     Neve – A neve é uma combinação especial de fatores. É preciso muito frio e muita umidade. Pelo frio, a segunda quinzena de junho e julho seriam fortes candidatos a terem neve. Mas é sempre bom lembrar que a previsão de neve no Brasil só tem uma assertividade razoável com cerca de sete dias de antecedência.

    Latest Posts

    Não Perca

    × Como posso te ajudar?